Resenha: Amy & Matthew, Cammie McGovern

18:00:00 4 Comments A+ a-

Título: Amy & Matthew
Autores: Cammie McGovern
Editora: Galera Record
Páginas: 336
ISBN: 8501070181
Lançamento: 2015
Gênero: Young Adult, Romance
Skoob: Adicione 
Conheça: Leia um trecho 
Onde comprar: Saraiva - Submarino - Amazon
Avaliação: ★★★★
Sinopse: Amy e Matthew não se conheciam realmente. Não eram amigos. Matthew sabia quem ela era, claro, mas ele também sabia quem eram várias outras pessoas que não eram seus amigos.Amy tinha uma eterna fachada de felicidade estampada em seu rosto, mesmo tendo uma debilitante deficiência que restringe seus movimentos. Matthew nunca planejou contar a Amy o que pensava, mas depois que a diz para enxergar a realidade e parar de se enganar, ela percebe que é exatamente de alguém assim que precisa.À medida que passam mais tempo juntos, Amy descobre que Matthew também tem seus problemas e segredos, e decide tentar ajudá-lo da mesma forma que ele a ajudou.E quando a relação que começou como uma amizade se transforma em outra coisa que nenhum dos dois esperava (ou sabe definir), eles percebem que falam tudo um para o outro... exceto o que mais importa. 

Olá leitores, 

Hoje venho aqui com mais uma resenha de um livro que li recentemente, e que me cativou ao extremo. Conheçam abaixo a incrível história de vida de Amy & Matthew.

Amy & Mathew é um livro de romance do gênero Young Adult, lançado em 2015 pela editora Galera Record e escrito por Cammie McGovern. A autora é uma das fundadoras da Whole Children, um centro de recursos que oferece aulas extraescolares e programas para crianças com necessidades especiais. 

A premissa do livro Amy & Matthew partiu dessa ação de Cammie para com as pessoas com algum tipo de necessidade especial. 

"Acho que vamos todos descobrir que não existe um único e grande teste ou maneira de nos validar no mundo. Existe apenas um longo e silencioso processo de descobrir nosso lugar nele."

Na história somos apresentados a Amy, uma garota inteligente, muito dedicada e ousada. Quando bebê sofreu um aneurisma cerebral, que trouxe várias complicações para o seu físico, um corpo metade paralisado que tem espasmos involuntários, e faz com que ela dependa de um andador e de um computador que fala o que ela consegue digitar com a mão ‘boa’. Somos surpreendidos com a forma de Amy encarar a vida com a sua deficiência, e de como isso não foi um impedimento para que ela crescesse e aprendesse a viver. 

Amy está no último ano do ensino médio e além de pais super protetores, convive cercada por cuidadores profissionais ao seu lado para auxilia-lá nas tarefas do dia a dia. Ela decide que quer ter amigos e convence sua mãe a substituir os cuidadores por colegas da escola. Não foi uma tarefa muito fácil, mas usa o argumento de que ela iria se socializar e aprenderia a se virar melhor para ir para a faculdade no próximo ano.

Nesse momento surge Matthew, que estuda com Amy desde de criança e após uma redação escrita por ela, foi o único capaz de apontar que Amy vivia numa ilusão. A partir dai, Amy pede para sua mãe que ele seja incluso na seleção dos alunos que a ajudariam na escola. Ele fora sincero com ela e não teve aquele sentimento constante de pena. Amy vira em Matthew um grande amigo.

“Talvez não tenha essa noção, mas, quando se tem uma deficiência, quase ninguém fala a verdade para você. As pessoas ficam constrangidas porque a verdade parece triste demais, eu acho. Você foi muito corajoso em ir até a garota aleijada e dizer basicamente: apague esta expressão feliz do rosto e enxergue a realidade.”

Porém, Matthew também tem seus problemas. Ele sofre com o transtorno compulsivo obsessivo (TOC) que só estava aumentando. Havia uma voz dentro dele que o obrigava repetir inúmeras vezes a mesma ação, como conferir se a torneira estava fechada, se a porta estava trancada, contar os degraus das escadas e até mesmo ler uma página de um livro diversas vezes. Para ele se tudo não fosse conferido ou refeito, se acontecesse algum acidente, a culpa seria dele. 

Como Matthew com seu TOC cuidará de uma garota com metade do corpo paralisado? E como Amy lidará com a situação de se apaixonar perdidamente por seu mais novo amigo?

"É possível amar alguém por razões inteiramente altruístas, por todas as suas falhas e fraquezas, e ainda sim não ter esse amor correspondido."

Não posso falar mais da história sem dar spoilers. Mas o que eu posso dizer é que o livro superou minhas expectativas. Foi de um grande aprendizado saber como é a vida de uma pessoa com TOC e uma pessoa semiparalisada. A Cammie McGovern soube tratar o assunto com muita delicadeza, e com certeza me fez olhar as coisas por outro ponto de vista. Sua escrita é leve e divertida, mas ao mesmo tempo intensa e profunda.

Recomendo o livro, pois nos passa uma lição de moral, de valores e de vida. A autora nos faz torcer pelos personagens, sofrer por eles e amá-los no final. O ápice da história foi sublime e fiquei muito feliz com esse romance adolescente tão singular.

"- Sim, vai ser complicado o caminho. [...] Mas não temos medo do caminho." 

Confira abaixo a capa original do livro com o título em inglês e a capa lançada pela editora Galera Record. Fiquei bem satisfeita com a diagramação, e o título ficou bem escolhido para a versão brasileira. 


Confira aqui outros títulos da Cammie McGovern.

Já leram esse livro? Quais foram as impressões de vocês? Conte aqui para a gente J




25 anos, arquiteta, fotógrafa e bookaholic assumida. Um dos meus hobbies preferidos, além de tudo o que eu já faço, é sentar em um lugar tranquilo e ler um livro.

4 comentários

Write comentários
17 de abril de 2016 18:34 delete

O livro também superou as minhas expectativas. Gostei bastante. E eu gostei mais da nossa capa do que das outras! *_*

Beijos,
Postando Trechos

Reply
avatar
Raissa Novaes
AUTHOR
17 de abril de 2016 19:09 delete

Olá,
Bem mais bonita né? ❤️
Obrigada pela visita!

Reply
avatar
18 de abril de 2016 11:48 delete

Nunca li esse livro, mas ouvi muitos blogueiros falarem bem! Eu acredito que iria gostar bastante da premissa do livro. ^^
Se ele tocou seu coração com certeza irá tocar o meu também.
Tenha um ótimo começo de semana.
Beijos,
Monólogo de Julieta

Reply
avatar
Raissa Novaes
AUTHOR
18 de abril de 2016 14:28 delete

Olá Paloma,
Eu li porque foi muito recomendando, vale a pena! Obrigada pela visita! ☺️
Boa semana para você!!

Reply
avatar