Resenha: Deuses Americanos, Neil Gaiman

18:00:00 0 Comments A+ a-

Título: Deuses Americanos
Volume: Único
Autores: Neil Gaiman
Editora: Conrad
Páginas: 447
ISBN: 9788576164593
Lançamento: 2011
Gênero: Ficção
Onde comprar: Submarino - Cultura - Saraiva
Links: Skoob
Avaliação: ★★★★★

Sinopse: Shadow acaba com sua sentença na prisão, três longos anos preso. No caminho para cara, no caminho para sua amada esposa e sua vida de volta ele descobre que nada mais era do jeito que ele queria. Descobre que algumas histórias e lendas as vezes são a mais absoluta verdade. O livro escrito por Neil Gaiman, um dos maiores escritores de quadrinhos e histórias fantásticas como Coraline e Stardust.

Tudo começa na saída de uma prisão comum, após cumprir sua pena Shadow já começa a sonhar em como recomeçar a sua vida pós prisão, seu amigo havia lhe prometido um emprego em sua empresa e sua bela mulher estava esperando em casa, para que juntos tudo voltasse ao normal.

Prestes a voltar para casa Shadow descobre que sua mulher havia morrido em um acidente de carro, todo o seu planejamento havia se perdido e o mundo havia lhe dado mais um golpe. No avião, indo para casa, ele conhece um senhor chamado de Wednesday que lhe oferece um emprego e uma razão para continuar a seguir com sua vida.

Quando Shadow aceita o trabalho toda a vida e mundo que ele conhece são quebrados em pedaços. Ele descobre um mundo dentro de outro mundo, um mundo onde os deuses vivem e que se parecem com pessoas comuns como eu e você.

Ele descobre que embora ainda existam deuses antigos como Thor, Odin, Zeus, Afrodite e Rá, existem novos deuses como o deus da TV, internet e estradas e que tanto os deuses antigos quanto os novos sobrevivem conforme acreditam neles. Por exemplo, quantas mais pessoas veneram Odin mais poderoso ele fica, porém com o passar dos tempos os deuses antigos perderam espaço para os novos. Hoje quanto mais pessoas na frente da TV mais poderosa essa deusa fica, quanto mais pessoas morrem nas estradas mais poderosa essa deusa fica.

Agora imagine se com humanos já existem guerras por terra e poder, imagine entre os deuses? Bem é no meio disso tudo que está Shadow. Trabalhando para esse senhor grisalho, conhecendo esses deuses todos no meio de uma guerra quase declarada.

É dessa forma incrível que Neil Gaiman mistura realidade e fantasia, religião e paganismo de uma maneira tão incrível. Mostrando que uma história tão complexa pode ser tão simples de se entender. Garanto que no meio do livro você já estará torcendo para um dos lados e ainda sem saber o porque do nosso protagonista estar envolvido no meio disso tudo.

Deuses Americanos é livro indispensável para quem quer conhecer mais da obra de um dos maiores autores de quadrinhos e na minha opinião o maior escritor vivo de fantasia do mundo.

Citação: "Religiões são, por definição, metáforas, apesar de tudo: Deus é um sonho, uma esperança, uma mulher, um escritor irônico, um pai, uma cidade, uma casa com muitos quartos, um relojoeiro que deixou seu cronômetro premiado no deserto, alguém que ama você – talvez até, contra todas as evidências, um ente celestial cujo único interesse é assegurar-se que o seu time de futebol, o seu exército, o seu negócio ou o seu casamento floresça, prospere e triunfe sobre qualquer oposição. Religiões são lugares para ficar, olhar e agir, pontos vantajosos a partir dos quais se observa o mundo."