Resenha: O Mar Infinito #2, Rick Yancey

julho 24, 2016 2 Comments A+ a-

Título: O Mar Infinito #2
Autores: Rick Yancey
Editora: Fundamento
Páginas: 248
ISBN: 8539509377
Lançamento: 2015
Gênero: Ficção científica
Skoob: Adicione
Onde comprar: Saraiva - Submarino - Amazon
Avaliação: ★★★★★
Sinopse: Como livrar a terra de 7 bilhões de humanos? Tire a humanidade deles. Cassie Sullivan e seus amigos sobreviveram às quatro ondas de destruição provocadas pelos Outros. Agora, com a raça humana quase exterminada e a 5ª Onda encobrindo a Terra, os sobreviventes devem escolher: encarar o inverno e esperar o retorno de Evan Walker ou partir à procura de abrigo antes que o inimigo os alcance. Porque o próximo ataque é mais do que possível – ele é inevitável. Os homens ainda não viram as profundezas até onde os Outros podem descer nem os Outros viram a que alturas a humanidade pode se erguer. Esta é a derradeira batalha entre vida e morte, esperança e desespero, amor e ódio.

ATENÇÃO: Essa resenha pode conter spoilers do livro A 5ª Onda, leia a resenha [aqui].

O mar infinito, publicado em 2015 pela editora Fundamento e escrito por Rick Yancey, é a continuação de A 5ª Onda que vem com uma distopia sobre alienígenas, incrível e cheia de ação, que nos faz mergulhar em um mundo pós apocalítico e acompanhar a trajetória de um grupo de jovens na luta contra os invasores da Terra e tentando sobreviver a qualquer custo.

"A incerteza de minha experiência está desabando. Estou me afogando em um mar infinito. Afundando devagar, o peso das profundidades sem luz me empurrando para baixo, espremendo o ar de meus pulmões, tirando o sangue de meu coração."

Cassie Sullivan conseguiu fugir com seu irmão e os novos amigos após a explosão no Campo Ashpit, onde estavam alocados. Zumbi, Especialista, Nugget, Pão de Ló, Dumbo, Teacup e Cassie, estão alojados em um hotel abandonado, de olho na chegada de qualquer estranho. Eles aguardam por Evan Walker, o estranho que salvou a vida de Cassie em A 5ª Onda. Cassie acredita nele e que ele voltará para ajudá-los, porém seus colegas estão desconfiados até da própria sombra. 

"Até agora, sempre achei que os Outros não sentiam nada por nós, além de desdém, talvez misturado com um pouco de nojo, assim como nos sentimos em relação aos ratos, (...). Humanos, não é nada pessoal, mas vocês têm que desaparecer. Nunca me ocorreu que poderia ser inteiramente pessoal. Que simplesmente nos matar não bastava."

O grupo precisa de um lugar seguro, pois o inverno está chegando, e passá-lo nas cidades ou a céu aberto é perigoso. Zumbi está ferido e o hotel não é tão seguro assim, então Especialista resolve sair para buscar abrigo nas cavernas. A caminhada é longa, mas é o único jeito de salvar a vida de todos. Todos estão assustados e inseguros, menos Esp, que parece saber de tudo e sempre toma as melhores atitudes. 

O que Esp não esperava era ser capturada novamente por Vosch e se deparar com revelações surpreendentes. Isso faz com que ela descubra e consiga ter uma visão mais clara do que realmente está por trás de todos os ataques. Enquanto isso Evan luta para chegar ao ponto de encontro com Cassie, pois ele prometeu que a encontraria.

"Não posso fazer nenhuma promessa dessa vez - ele se apressou. - Mas você pode. Prometa-me, Cassie. Prometa que vai terminar isso."

A narrativa do livro é ótima, assim como no primeiro. Porém como ele é mais curto a leitura flui muito melhor. A história é divida em alguns capítulos em 1ª e outros em 3ª pessoa, o que faz com que consigamos entender mais os sentimentos de todos os personagens. Gostei bastante do destaque dado a Especialista, foi muito bom para entender a personagem e o seu comportamento frio e distante.

Para mim foi uma continuação que esclarece muitas dúvidas que ficaram do primeiro livro, mas outras dúvidas e desconfianças ainda maiores surgem ao longo da história. Todos ainda estão se perguntando, por que os Outros não exterminaram todos os humanos com uma bomba de uma vez? Por que torturá-los lentamente, deixando alguns vivos para serem perseguidos e caçados? Como eles puderam ser tão desleixados na hora de exterminar a humanidade, deixando sobreviventes? 

"Os primeiros ataques mostraram uma eficiência brutal, eliminando 98% da população e até a quarta onda fez algum sentido: é mais difícil formar uma resistência significativa quando não se pode confiar um no outro. Mas depois disso a brilhante estratégia deles começa a se desfazer. Dez mil anos para planejar a erradicação dos humanos da Terra e isso é o melhor que conseguem fazer?"

Recomendado! J

26 anos, arquiteta, ama fotografar e sou bookaholic assumida. Um dos meus hobbies preferidos, além de tudo o que eu já faço, é sentar em um lugar tranquilo e ler um livro.

2 comentários

Write comentários
25 de julho de 2016 17:24 delete

Esse, assim como a 5ª Onda, são livros que não colocarei na minha estante.... rsrs... não é meu tipo de leitura. Mas parabéns pela resenha! bjs

Amor por Livros

Reply
avatar
Raissa Novaes
AUTHOR
6 de agosto de 2016 19:34 delete

Olá Renata!
Pois é, no inicio achei que não ia gostar e já li dois hahaha
Obrigada!!!

Beijos :*

Reply
avatar