Resenha: Tá todo mundo mal, Jout Jout

18:00:00 2 Comments A+ a-


Título: Tá Todo Mundo Mal – O livro das crises
Autor: Jout Jout
Editora: Cia das Letras
Páginas: 200
ISBN: 978-85-359-2720-7
Lançamento: 2016
Gênero: Biografias
Onde comprar: Livraria Cultura - Saraiva
Links: Skoob
Avaliação: ★★★★
Sinopse: Do alto de seus 25 anos, Julia Tolezano, mais conhecida como Jout Jout, já passou por todo tipo de crise. De achar que seus peitos eram pequenos demais a não saber que carreira seguir. Em Tá todo mundo mal, ela reuniu as suas "melhores" angústias em textos tão divertidos e inspiradores quanto os vídeos de seu canal no YouTube, "Jout Jout, Prazer". Família, aparência, inseguranças, relacionamentos amorosos, trabalho, onde morar e o que fazer com os sushis que sobraram no prato são algumas das questões que ela levanta. Além de nos identificarmos, Jout Jout sabe como nos fazer sentir melhor, pois nada como ouvir sobre crises alheias para aliviar as nossas próprias!

“Então aqui estou. Enumerando gentilmente meus piores momentos. 
Para você avaliar se os seus foram um pouquinho melhores e ter um sono mais tranquilo”. 
(JOUT JOUT, 2016, p.14)

Vou confessar algo. 

Nunca imaginei que leria um livro de um/uma youtuber. Tinha preconceitos mesmo com aqueles que fizeram fama apresentando temáticas diversas em vídeos do Youtube, porque para mim a habilidade de falar e escrever não combinavam. Mesmo assim decidi dar uma chance a Jout Jout, uma das minhas youtubers favoritas.

Depois de um livro lido e muitas risadas poderia não estar mais enganada.

“Quando assinei o contrato, achei que estava sendo diferentona, um jovem prodígio, uma realizadora precoce de sonhos. Nada disso. Apenas mais um livro de uma youtuber famosinha”. (JOUT JOUT, 2016)

Julia Tolezano, ou Jout Jout, criou seu canal Jout Jout Prazer em 2014. Eu fui apresentada a ele depois do sucesso do vídeo “Não tira o batom vermelho”, que fala sobre relacionamentos abusivos. Apesar desse vídeo ter uma temática mais séria, muitos outros vídeos são leves e abordam perguntas que nos fazemos, crises pelas quais passamos praticamente diariamente.

É de uma maneira irreverente, leve e muito divertida que ela faz isso e o seu livro não é diferente. Ao ler o livro parece que ela está do meu lado contando cada palavra que leio para mim. Depois de assistir inúmeros vídeos da Jout Jout, parece que seu livro é uma extensão do canal em páginas de papel.

A linguagem que ela usa é informal, e se aproxima muito daquela que a gente usa no dia a dia. Por isso, o livro é rápido de ler, fácil e relaxante. É um livro descompromissado, gostoso de ler.



O tema geral do livro são crises, como já nos informa o título. É praticamente impossível não se identificar com algumas das histórias, digo crises de Jout Jout. Porque afinal, quem nunca sofreu por um amor que não deu certo, quem nunca se deparou com o futuro incerto, quem nunca se perguntou o que raios eu estou fazendo.

E é exatamente essa identificação, quase como um espelho, que me fez gostar do livro e apreciá-lo em suas 200 páginas. Seja refletindo sobre assuntos que eu não tinha parado para pensar antes, seja rindo com algo que já me aconteceu e pela qual atualmente já não sofro mais. Claro, que não são todas as crises que me levaram aos risos. Jout Jout conta bastante de como é ser blogueira. Essa parte fica mais para a curiosidade, uma espécie de making-of.

Fica o pensamento: eEu não estou sozinha no mundo sabe!

“Sem crises, parece que você não se transforma. E, se você não muda, você para”. (JOUT JOUT, 2016)

O que acharam? Deixem seus comentários!


27 anos, arquiteta, restauradora e nas horas vagas fotógrafa e masterchef. Bookaholic morando nas terras do Tolkien, Lewis, Rowling, Dahl, Carrol.

2 comentários

Write comentários
20 de julho de 2016 09:22 delete

Oi, Aline!
Jout Jout caiu nas graças do povo, menos na minha. Só assisti um vídeo dela e acabou hahhahahah
Beijos
Balaio de Babados

Reply
avatar
2 de agosto de 2016 18:43 delete

Oi Luiza,
De uma chance ao livro! Ela aborda assuntos que são comuns a todos!
Obrigada pela visita.
Beijos

Reply
avatar