Resenha: O Nome do Vento, Patrick Rothfuss

setembro 25, 2016 0 Comments A+ a-

Título: O Nome do Vento
Volume: Único
Autores: Patrick Rothfuss
Editora: Sextante
Páginas: 656
ISBN: 9788599296493
Lançamento: 2009
Gênero: Ficção
Onde comprar: Submarino - Saraiva - Cultura
Links: Skoob
Avaliação: ★★★★★
Sinopse: Ninguém sabe ao certo quem é o herói ou o vilão desse fascinante universo criado por Patrick Rothfuss. Na realidade, essas duas figuras se concentram em Kote, um homem enigmático que se esconde sob a identidade de proprietário da hospedaria Marco do Percurso. Da infância numa trupe de artistas itinerantes, passando pelos anos vividos numa cidade hostil e pelo esforço para ingressar na escola de magia, O nome do vento acompanha a trajetória de Kote e as duas forças que movem sua vida: o desejo de aprender o mistério por trás da arte de nomear as coisas e a necessidade de reunir informações sobre o Chandriano - os lendários demônios que assassinaram sua família no passado. Quando esses seres do mal reaparecem na cidade, um cronista suspeita de que o misterioso Kote seja o personagem principal de diversas histórias que rondam a região e decide aproximar-se dele para descobrir a verdade. Pouco a pouco, a história de Kote vai sendo revelada, assim como sua multifacetada personalidade - notório mago, esmerado ladrão, amante viril, herói salvador, músico magistral, assassino infame. Nesta provocante narrativa, o leitor é transportado para um mundo fantástico, repleto de mitos e seres fabulosos, heróis e vilões, ladrões e trovadores, amor e ódio, paixão e vingança.

Você já parou pra pensar quanto tempo demoraria para contar a história da sua vida?

Primeiramente, quero dizer que evitarei ao máximo dar spoilers... A nossa história começa em uma taberna. O dono dessa taberna, um jovem de cabelos vermelhos chamado Kote. Essa taberna é localizada em uma cidade pacata e nosso taberneiro não desperta nenhuma suspeita. Com a chegada de um grande contador de histórias que reconhece nosso protagonista, e oferece contar sua história caso o estalajadeiro queira. O mesmo aceita a proposta e diz que contará toda a sua história em três dias inteiros.

No primeiro livro da trilogia é contada toda a história da infância de Kote, desde seus pais que eram artistas itinerantes, até o aprendizado de forças que nenhum homem normal consegue definir. Seu objetivo é ser um grande feiticeiro, porém uma grande tragédia ocorre com Kote, e tudo o que ele mais prezava simplesmente some! Kote convive com a solidão, abandono, fome, frio... porém nunca desistiu de seu sonho, a vingança pelo que aconteceu com aqueles que ele amava. Juntamente com seu alaúde ele consegue entrar na escola e treinar para se tornar um ser de grande poder, e assim fazer sua vingança.

Os acontecimentos vindouros do livro não deixam claro se Kote é herói ou vilão. Se ele é o salvador ou o caos personalizado. Só deixam claro que ele irá até o fim por seu juramento. O livro só deixa claro que toda a vida que Kote teve, ele deixou tudo para trás... Para ser um simples taberneiro? Não se sabe o que o motivou ele a fazer isso, ou se ele finalmente teve a sua vingança.

O nome do vento é uma das grandes obras que tem aparecido nos últimos anos. Patrick Rothfuss consegue cativar o leitor com uma narrativa muito bem escrita e prende o leitor por horas. Eu li esse livro em 3 dias, e o segundo da série em 2 dias. Esse livro só mostra a genialidade de um escritor que tem muito ainda o que realizar para a humanidade.


27 anos, e carinha do TI. Acha que a solução do mundo é 42. Medalhista olímpico de maratonas de séries, jogos e livros. Acredita que está preparado para um apocalipse zumbi, desde que tenha internet e gifs para compartilhar...