Resenha: Contos Peculiares, Ransom Riggs

Título: Contos Peculiares
Autor: Ransom Riggs
Editora: Intrínseca
Páginas: 208
ISBN: 8551000535
Lançamento: 2016
Skoob: Adicione
Avaliação: ★★★★★

Sinopse: O livro dentro dos livros, Contos peculiares é a coletânea de contos e fábulas citada ao longo da série O lar da srta. Peregrine para crianças peculiares — o livro com as histórias que os jovens peculiares escutam sua protetora contar e recontar. Um menino que vira gafanhoto e foge com um grupo de gansos; uma princesa com língua de cobra à procura de um príncipe com quem se casar; canibais ricos que comem braços e pernas de peculiares que têm o dom de se regenerar são alguns dos personagens dessas narrativas que há séculos povoam o imaginário dos peculiares, oferecendo não apenas valiosas lições, mas também pistas para informações secretas, como a localização exata de certas fendas temporais, por exemplo. Compilado por Millard Nullings, o menino invisível acolhido no lar da srta. Peregrine, o livro inclui surpreendentes comentários e notas, além de um desfecho alternativo para a tocante história do gigante Cuthbert, já conhecida dos leitores da série. Inusitado, surpreendente e divertido, Contos peculiares é ao mesmo tempo um delicioso complemento e uma porta de entrada para o rico universo criado por Ransom Riggs; um verdadeiro presente para quem não resiste à magia das boas histórias.

Quando comprei Contos Peculiares confesso que eu ainda não tinha lido o O lar da Srta. Peregrine para crianças peculiares [confira a resenha aqui]. Encontrei ele na Bienal do Livro de SP, no stand da Intrínseca e achei a capa muito convidativa, e o que me chamou mais atenção ainda foi por serem contos.

Li o primeiro livro da série e me surpreendi com todo o enredo criado por Ransom Riggs. No início não me senti muito atraída, as capas não me convidavam a conhecer a história. E foi assim que acabei vendo o filme primeiro! Eu sei, percebi depois que li que haviam inúmeras diferenças.. maaaas levei numa boa, afinal temos que encarar como releituras e na minha opinião o filme do Tim Burton ficou muito bom MESMO.


Esse livro de contos não precisa ser lido em conjunto com os demais, mas para mim ficou bem mais claro sobre a história dos peculiares por eu já ter contato com uma introdução da trama. Ransom Riggs nos apresenta uma coletânea de 10 contos e para nossa surpresa logo no início temos uma nota do editor, que não é ninguém menos que o peculiar mais carismático da história, Millard Nullings, o garoto invisível.

Millard está muito presente no livro, sempre adicionando notas para explicar determinado momento de cada conto. Isso é um ponto muito considerável no livro, essa interação com o leitor ao longo de cada história deixa a leitura do livro muito mais satisfatória.

Eu, particularmente, gostei muito de 5 contos em especial. A primeira ymbryne, que nos conta a história da descoberta da peculiaridade de Ymeene e como foram iniciadas e a importância das fendas temporais. A mulher que era amiga de fantasmas, que mostra a relação com os mortos e o amor de uma peculiar com um não peculiar. A menina que domava pesadelos, esse me surpreendeu bastante não só pela peculiaridade em si mas pelas atitudes tomadas e como isso interfere direta e indiretamente na vida de todos. O gafanhoto, o que mais gostei por mostrar a relação de amor que deveria existir entre um pai e um filho, e de como as diferenças devem ser superadas. E por último, mas não menos importante, A história de Cuthbert eu adorei por mostrar as relações de amizade dos diferentes seres, e de como nossas boas ações são recompensadas em algum momento.

Tem um conto que eu recomendo que todos leiam e prestem bastante atenção na moral da história, Os esplêndidos canibais. Esse, com certeza, me fez pensar por um bom tempo depois da leitura.

E o que foi essa edição maravilhosa? A editora arrasou e para quem é fã do autor vale muito a pena ter esse volume na estante. São muitos detalhes em cada página, os desenhos no início da cada conto, os tons escolhidos.. enfim, valeu a pena ter comprado esse livro.

Super recomendado!

E vocês, já leram? O que acharam?
Deixem suas impressões aqui nos comentários


4 comentários:

  1. Eu ainda não li O Lar da Srª Peregrine e nem vi o filme, mas tô querendo...só fui adiando. Por algum motivo me interessei mais pelos contos (e adorei essa capa).
    Vou aceitar sua recomendação ^^
    Eating Peanuts

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Karina!
      Ahhh veja o filme sim, achei que o Tim Burton fez um trabalho incrível. Eu demorei para ler o livro, mas confesso que foi mais fácil ler os Contos Peculiares primeiro.
      Obrigada pela visita, beijos =)

      Excluir
  2. Respostas
    1. Olá Luiza,
      Estão não é? Eu achei essa maravilhosa.. valeu super a pena *-*
      Beijos!

      Excluir