Resenha: A lista negra, Jennifer Brown #LeitoresBRConjunto

21:30:00 7 Comments A+ a-

Título: A lista negra
Autora: Jennifer Brown
Editora: 
Gutenberg
Páginas: 272
Gênero: Drama
ISBN: 
 8565383113
Lançamento: 2012

Skoob: Adicione
Avaliação: ★★★★
Sinopse: E se você desejasse a morte de uma pessoa e isso acontecesse? E se o assassino fosse alguém que você ama? O namorado de Valerie Leftman, Nick Levil, abriu fogo contra vários alunos na cantina da escola em que estudavam. Atingida ao tentar detê-lo, Valerie também acaba salvando a vida de uma colega que a maltratava, mas é responsabilizada pela tragédia por causa da lista que ajudou a criar. A lista com o nome dos estudantes que praticavam bullying contra os dois. A lista que ele usou para escolher seus alvos. Agora, ainda se recuperando do ferimento e do trauma, Val é forçada a enfrentar uma dura realidade ao voltar para a escola para terminar o Ensino Médio. Assombrada pela lembrança do namorado, que ainda ama, passando por problemas de relacionamento com a família, com os ex-amigos e a garota a quem salvou, Val deve enfrentar seus fantasmas e encontrar seu papel nessa história em que todos são, ao mesmo tempo, responsáveis e vítimas. A lista negra, de Jennifer Brown, é um romance instigante, que toca o leitor; leitura obrigatória, profunda e comovente. Um livro sobre bullying praticado dentro das escolas que provoca reflexões sobre as atitudes, responsabilidades e, principalmente, sobre o comportamento humano. Enfim, uma bela história sobre auto-conhecimento e o perdão.

"E foi assim que começou a famosa Lista Negra: como uma piada. Uma forma de descarregar a frustração. No entanto, ela acabou se transformando em algo que eu nem imaginava."

A lista negra foi escrito pela autora Jennifer Brown e foi lançado em 2012 pela editora Gutenberg. Uma história triste, com muito drama e que nos faz refletir sobre inúmeras ações humanas, e como elas são capazes de influenciar e mudar as coisas ao nosso redor em um piscar de olhos. Bullying é o tema abordado nessa história e recomendo a todos que leiam, pois apesar de ser um tema atual e conhecido, ainda assim acaba sendo deixado de lado em muitas situações.

Nessa história conhecemos Valerie Leftman, uma jovem de 16 anos que estuda no ensino médio no colégio Garvin e namora Nick Level, um garoto desajustado. Tanto Val quanto Nick nunca foram populares na escola e ao longo de toda a vida escolar sofreram diariamente com o bullying dos demais alunos.

Para aliviar toda essa raiva e frustração Val acaba criando uma lista de tudo e todos que ela odeia, o que ficou conhecida como a lista negra. Ela compartilha com Nick seus sofrimentos e a lista, porém o que Val não imaginava é que ele estava levando a lista a sério. E no dia 02 de maio 2008, em um surto, Nick Level atira em todas as pessoas da lista negra no refeitório da escola. E após atirar em Val, se mata.

Após se recuperar fisicamente e passar por um processo de acompanhamento psiquiátrico, Val retorna a escola e se vê obrigada a encarar todos os fatos, reviver aquele momento trágico, conviver com a dor, a perda e o julgamento de todos ao seu redor.

"Era bom fazer parte de um "nós", com os mesmo pensamentos, os mesmo sentimentos, os mesmos problemas. Mas, agora, a outra metade desse "nós" tinha ido embora e, deitada no meu quarto escuro. percebi que não sabia como me tornar eu mesma de novo."

Essa leitura tem uma carga emocional muito forte e é doloroso acompanhar todo o retorno de Val a sua vida. Ficamos no meio de toda a sua tentativa de autoconhecimento, da mudanças, seus conflitos e principalmente a relação familiar. Além de toda a parte do bullying, a autora tratou dos laços familiares e como tudo isso junto influencia nossa vida e ações como ser humano.

Foi um livro que recomendo mesmo a leitura, principalmente aos jovens que ainda estão estudando. É uma história para refletirmos que todas nossas ações tem reações e que precisamos repensar se elas estão corretas para com os outros.

" — O tempo nunca acaba — sussurrou, sem olhar para mim, mas mirando na minha tela. — Como sempre há tempo para a cura. É claro que há."

Já leram?
Conta aqui nos comentários o que acharam!


25 anos, arquiteta, fotógrafa e bookaholic assumida. Um dos meus hobbies preferidos, além de tudo o que eu já faço, é sentar em um lugar tranquilo e ler um livro.

7 comentários

Write comentários
Carla Azevedo
AUTHOR
13 de março de 2017 09:44 delete

ainda nao li esse livro, mas esta na minha lista de leitura do skoob <3
adorei sua resenha
te indiquei numa tag <3
http://dose-of-poetry.blogspot.com.br/2017/03/book-tag-eu-nunca.html

Reply
avatar
13 de março de 2017 12:05 delete

Oi, Rai!
Quero muito ler esse livro e ele já está nos desejados tem um tempo! Realmente é uma boa para se passar na escola.
Beijos
Balaio de Babados
Sorteio Literário de Carnaval
Sorteio Três Anos de Historiar

Reply
avatar
14 de março de 2017 12:47 delete

Oi Raissa, tudo bem? *-*
Eu li esse livro ano passado e olha, fiquei muito abalada. Ele aborda temas pesados né, e acompanhar a forma como a protagonista tem de lidar com tudo isso com tão pouca idade, parte o coração. Também recomendo a leitura porque realmente vale a pena.
Beijos
[SORTEIO]Baile Literário
Quanto Mais Livros Melhor

Reply
avatar
Raissa Novaes
AUTHOR
15 de março de 2017 13:06 delete

Oi Ca!
Leia assim que puder, tem uma carga emocional muito forte, mas é sensacional!
Obrigada!
Ahhh já vi, vou responder aqui =)
Beijos!

Reply
avatar
Raissa Novaes
AUTHOR
15 de março de 2017 13:07 delete

Oi Lu!
Leia sim, é ótimo! Acho que todos deveriam ler, passa muito aprendizado.
Beijos!

Reply
avatar
Raissa Novaes
AUTHOR
15 de março de 2017 13:08 delete

Oi Pri!
Tudo bem e você?
Siiim, acho que é a parte que a gente mais sofre né?
Beijos!

Reply
avatar
15 de março de 2017 13:34 delete

Oi, Raissa!
Já ouvi falar muito desse livro, mas até hoje não tive oportunidade de ler. Dizem que é uma leitura pesada, mas que vale a pena. Espero poder conhecer essa história.
Beijos

http://tudoqueeuli.blogspot.com

Reply
avatar