Resenha: Ligeiramente casados, Mary Balogh #desafiohistóricoeeu2


Ligeiramente casados é o primeiro livro da série Os Bedwyns lançado pela editora Arqueiro em 2014. É um romance de época ambientando na Inglaterra na fase do final guerra contra a tirania de Napoleão Bonaparte. A autora Mary Balogh nos apresenta um romance que é construído com o passar do tempo e o foco principal da trama é o casamento por conveniência. Por mais clichê que possa parecer a autora nos surpreende com ótimos personagens e com detalhes diferenciados, que dão um toque a mais em sua narrativa. 

Nessa história conhecemos Lorde Aidan Bedwyn, um coronel do exército, que após ter feito uma promessa ao capitão Percival Morris, de que cuidaria de sua irmã custe o que custar, retorna a Inglaterra para dar a notícia sobre o falecimento de seu companheiro de guerra a senhorita Eve Morris. 

Eve Morris é uma mulher amorosa, carinhosa e independente, que se preocupa sempre com o bem estar do outros e luta pelos mais fracos e oprimidos. A notícia do falecimento do seu irmão a abala profundamente e a deixa assustada quanto ao seu futuro incerto e as pessoas que dependem dela. Afinal, segundo o testamento de sua pai, por não ser casada Eve perderá toda a fortuna da família. 

É então que Aidan tomado pela senso de obrigação propõe a Eve um casamento por conveniência, sendo assim ele cumpriria sua promessa para com o capitão Percival e Eve não perderia sua herança. Divida entre o risco de perder sua propriedade ou sua liberdade, Eve acaba aceitando a proposta de Aidan. O casamento seria um acordo que seguisse todas as formalidades, mas não as linhas tradicionais do matrimônio, ou seja, Eve teria seu futuro garantido e Aidan partiria na manhã seguinte, sem que precisassem se ver novamente.

E alguém tem dúvida de esse acordo nunca iria funcionar?!

Esse romance foi desenvolvido de forma lenta e ao longo da história vemos uma fagulha entre os dois personagens, que a primeira vista são totalmente incompatíveis, pois não querem largar suas vidas e não pretendem de forma algum quebrar o acordo firmado. Mas a relação dos dois acaba avançando, evoluindo e com a ajuda da família um pouco intrometida de Aidan a convivência deles se torna constante. E é assim que eles vão se conhecendo melhor e acabam percebendo que eles procuram exatamente as mesmas coisas, amor verdadeiro, respeito e companheirismo. 

A narrativa é alternada entre Eve e Aidan, o que é fundamental para conhecermos mais os personagens e entender seus sentimentos, medos e anseios para com essa nova situação. Conhecemos também os irmãos do Lorde Aidan e somos ambientados a todo aquele cenário lindo dos romances de época, com muitas descrições, hábitos e tradições da época.

Na minha opinião a leitura foi ótima e com certeza quero conhecer o restante dessa família. Vai ser difícil desapegar dos Bridgertons e com as comparações! ha ha ha ha ha

Recomendado!

"[...] Talvez o presente fosse tudo o que importava. Talvez fosse tudo o que qualquer um pudesse esperar. Talvez o amanhã fosse uma ilusão que nunca chegasse." [pág. 242]

❤ Livro escolhido para o Desafio Histórico & Eu 2, referente ao mês de Março, 2017 com tema: ler um romance histórico que seja o primeiro de uma série.

10 comentários:

  1. Ooi quero muito ler essa saga, já esta na lista faz tempo.Adorei a resenha.
    beijos boa semana
    www.bellapagina.blogspot.com.br
    Face: Bella Página

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Letícia!
      Ahhh leia sim, eu pretendo continuar também ♥
      Obrigada, beijos!

      Excluir
  2. Respostas
    1. Olá Lu!
      Ahhh então, eu também hahahaha vamos ver se gosto tanto quanto os Bridgertons ♥
      Beijos!

      Excluir
  3. Olá! Eu tenho esse livro, mas, não gostei muito. Gosto de romance de época, mas não sou fã. Sua resenha está ótima. Beijinhos.

    sinopsedoslivrosjenni.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Poxa que pena.
      Eu sou suspeita por adoro romances de época hahaha
      Obrigada, beijos!

      Excluir
  4. Oi, Raíssa. Li a série quando ela ainda não tinha sido lançada aqui no Brasil, então toda vez que eu vejo uma resenha dela, fico me sentindo uma tia mais velha haha eu amei esses personagens e amei a ambientação da história. Super recomendo os outros também!
    Beijo.
    Leitora Encantada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Miriã!
      Kkkkk que coisa. Eu conheci a série a pouco tampo, quando ela surgiu eu ainda estava lendo os Bridgertons e não queria conhecer outra família hahahahaha
      Eu adorei :)
      Beijos!

      Excluir
  5. Oi, Raíssa,
    Sou mega fã de Romances de Época e não consigo largar quando começo um ! Também sou apaixonada pelos Bridgertons e pelo jeito como conseguimos conhecer cada irmão e irmã de forma única. Fiquei um pouco receosa quando comecei essa nova série e confesso que achei o enredo um pouco parado, em relação a outras séries que já li, mas gostei muito da relação que nasceu entre eles, ao longo do livro. Aquelas cenas finais são lindas.
    Beijos,
    Bel <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Bel!
      Também não consigo largar quando começo hahaha
      Foi difícil me despedir dos Bridgertons, mas estou dando chance as novas famílias que estão aparecendo :)
      São lindas mesmo! Acredito que os outros livros sejam mais emocionantes, o primeiro é sempre mais lento mesmo.
      Beijos!

      Excluir