Especial de Halloween | Vamos falar de Serial Killers

outubro 30, 2017 5 Comments A+ a-




Olá leitores, 

Um assunto que sempre me interessou muito foi sobre Serial Killers. Sempre li bastante sobre livros de crimes, então achei bacana contar para vocês sobre o primeiro Serial Killer da história e citar mais alguns que acho as histórias interessante.

O termo "Serial Killer" foi criado para um homem que viveu em Chicago, na época da Grande feira Mundial de 1893. Mesmo lendo inúmeros livros e histórias de crimes nunca tinha ouvido falar dele. Um belo dia estava assistindo a uma episodio de "Supernatural" em que o Sam e Dean estavam caçando um fantasma que raptava mulher loiras, e acabou raptando a Jô. Depois de muita pesquisa, eles descobrem que o fantasma que está sequestrando as mulheres se trata de H. H. Holmes, ou como era conhecido também Dr. Herman Webster Mudgett.

Seu pai era um alcoólatra violento e sua mãe era metodista. Quando criança, os colegas o forçaram a ver e tocar um esqueleto humano depois de descobrirem seu medo do médico local. Entende-se que  inicialmente essas atitudes o tenha assustado, mas Erik Larson (escrito do livro: "O Demônio na Cidade Branca) especula que ao invés disso ele ficou totalmente fascinado, e logo se tornou obcecado com a morte. Holmes construiu um hotel para receber turistas de todo o mundo, durante a Feira Mundial, porém nenhuma equipe nunca teve acesso a 100% da planta desse hotel, e as equipes de construção eram frequentemente trocadas. Holmes era também um estelionatário e dotado de um charme que encantava até o seus maiores credores. 

Holmes era um homem totalmente manipulador, ele convencia qualquer um de sua inocência, mesmo tendo todos os motivos para acreditar que era uma pessoa de má fé. Holmes foi casado inúmeras vezes e algumas da vez com mais de uma pessoa ao mesmo tempo, seu interesse nas esposas era meramente financeiro, mas todas acreditavam ter encontrado o homem mais honesto, carinhoso e educado da face da Terra. 

Nesse hotel foram encontradas caldeiras, em que ele jogava os corpos para serem destruídos sem deixar vestígios, salas com isolamento acústico em que ele prendia suas vitimas para morrerem asfixiadas, e além de roubar o dinheiro de suas esposas ele tinha o habito de vender esqueletos para a faculdade de medicina. 

Holmes foi preso em 1895, e confessou ter matado 27 pessoas, porém foram confirmados apenas 9 assassinatos, pois o hotel que ele construiu foi incendiado antes de mais provas serem descobertas. Atribuíram cerca de 200 mortes que Holmes foi responsável. Holmes foi levado a julgamento e condenado a forca. 

Na ilustração acima, da pra ter uma ideia legal de como era o Hotel.

O detetive Frank Geyer, responsável pelo caso, escreveu um livro contando sua história "O Caso Pitezel-Holmes", temos o livro que cite acima "O Demônio na Cidade Branca",  o "O Estranho Caso do Dr. H.H. Holmes", que contem a própria versão de Holmes. Existe também um documentário sobre ele intitulado "H. H. Holmes: O Primeiro Assassino em Série da America".

Vocês já ouviram falar dele?

Beijos a todos. 

=)

5 comentários

Write comentários
30 de outubro de 2017 23:12 delete

Adorei a dica, ainda não conhecia, mas parece ser muito bom.
beijos boa semana.
bellapagina.blogspot.com.br

Reply
avatar
31 de outubro de 2017 17:29 delete Este comentário foi removido pelo autor.
avatar
31 de outubro de 2017 17:35 delete

Olá,

Uau não sabia sobre a história do Holmes.
Eu fico sem entender o quão frio pode se tornar uma pessoa para ficar desse jeito.
Adorei a matéria.
Bjs
Feliz Halloween
http://diarioelivros.blogspot.com.br

Reply
avatar
31 de outubro de 2017 21:06 delete

Oi Leticia,

Que bom que gostou, fico super felis =)
Beijos

Reply
avatar
31 de outubro de 2017 21:08 delete

Oi Jessica,
No livro que conta sobre ele, o autor aponta muito a frieza dele mesmo.

Feliz Halloween =)

Beijos

Reply
avatar